Porque as empresas não sobrevivem sem trabalhar o Marketing?

  A maioria das empresas já compreendeu a importância de trabalhar o Marketing para uma melhor gestão do negócio. É óbvio que uma empresa, para sobreviver, precisa de ter a contabilidade organizada, assim como, as questões mais administrativas… Porém o marketing consiste no processo de troca de valor entre clientes e empresas, sendo, por isso, um instrumento muito importante para o sucesso das vendas. O que irá contribuir para um melhor funcionamento de todos os outros departamentos de uma empresa.   O processo de Marketing consiste no seguinte: – As empresas VENDEM produtos/serviços aos seus clientes; – Os produtos/serviços entregam VALOR aos consumidores, uma vez que satisfazem as suas necessidades; – Os clientes, quando compram, entregam LUCRO às empresas.   Ou seja, o Marketing trabalha, sobretudo, o valor que os clientes encontram na oferta de uma empresa. O que é muito importante, porque se ninguém encontrar valor na sua oferta, ninguém irá comprar. O que resulta em não existirem vendas.   Trabalhar o Marketing  

Mas quais são as Funções do Marketing?

  O Marketing tem duas funções: chamar a ATENÇÃO, e praticar a PERSUASÃO.  

Como é que se chama a ATENÇÃO?

  É preciso perceber onde estão os nossos clientes. Hoje em dia, a atenção das pessoas está, maioritariamente, no digital. Você, que está a ler este artigo, está neste momento no digital! E os seus clientes também estão.   Dependendo sempre do tipo de oferta que cada empresa tem, bem como do público a que se destina, é fundamental produzir conteúdos que sejam do interesse do mesmo, para captar a sua atenção.  

Captada a ATENÇÃO, passa-se ao processo de PERSUASÃO.

  Nesse momento, utilizam-se os famosos Gatilhos Mentais para Vendas! Vera Costa Pereira, CEO da Business Avenue, tem um EBOOK sobre Gatilhos Mentais para Vendas no seu website, clique aqui para aceder!   Os Gatilhos Mentais têm o poder de impactar o subconsciente dos indivíduos, provocando nos mesmos uma ação de resposta ao estímulo, muitas vezes, é a compra por impulso.    

Deste modo, inicia-se a Jornada de Compra do Cliente.

O cliente entra no Funil de Vendas e percorre as várias etapas do mesmo até chegar ao momento da compra. Porém, o seu processo, não termina quando o cliente compra. De seguida, é preciso encantar o cliente com ações de charme, de forma a que o mesmo volte a comprar e que recomende a outras pessoas. Todo este processo é alimentado com ações de marketing específicas para cada etapa do Funil de Vendas. Desde o chamado conteúdo pilar, como eventos, blogs, conteúdos explosivos, no Topo do Funil, passando por conteúdos mais informativos, como e-books, podcasts, vídeos, no Meio de Funil, até aos call-to-actions para as vendas no Fecho de Funil.   Já conhece o serviço Consultoria de Marketing e Vendas da Business Avenue? Entre em contacto e solicite um diagnóstico!

A Empresa

Media

Serviços

Executive Academy

E-books

Contactos

Logo Business Avenue